sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011


As vezes,  fico pensando se você é você mesmo, ou se é alguém que eu inventei em você. As vezes, tenho medo do que possa ser.

Um comentário:

Carolda disse...

Eu já senti isso aí. Bate medo. E no final das contas ele nem era quem eu sonhava.

Um beijo